Tumor de Ewing

Clique nos títulos abaixo para saber mais:

O Tumor de Ewing é um câncer que afeta principalmente ossos, podendo afetar também tecidos moles. Pode ocorrer em qualquer idade, mas são mais comuns em crianças e adolescentes.

A informação existente neste site pretende apoiar e não substituir a consulta médica. Procure sempre uma avaliação pessoal com o Serviço de Saúde.

FONTES DE REFERÊNCIAS

Instituto Oncoguia

Hospital A.C.Camargo

Pesquisa: Liga de Oncologia UFRGS (acad.Daniele Camila Maltauro)

Existem 3 tipos principais:

Sarcoma de Ewing: é o subtipo mais comum. Atinge ossos, sendo os locais mais comuns os ossos da pelve (quadril), do tórax e da coxa, principalmente no meio dos ossos longos;

Tumor de Ewing Extra Ósseo: atinge tecidos moles em torno dos ossos, como cartilagens;

Tumor Neuroectodérmico Primitivo Periférico (PPNET): raro tipo de câncer infantil. Começa no tecido ósseo ou nos tecidos moles e possui características dos dois subtipos anteriores.

A informação existente neste site pretende apoiar e não substituir a consulta médica. Procure sempre uma avaliação pessoal com o Serviço de Saúde.

FONTES DE REFERÊNCIAS

Instituto Oncoguia

Hospital A.C.Camargo

Pesquisa: Liga de Oncologia UFRGS (acad.Daniele Camila Maltauro)

O principal sintoma da doença é dor no local do tumor, que costuma piorar à noite e durante atividades físicas. Outros sinais e sintomas incluem nódulo, inchaço ou sensibilidade no local, febre, fadiga, fratura do osso acometido e perda de peso inexplicável.

A informação existente neste site pretende apoiar e não substituir a consulta médica. Procure sempre uma avaliação pessoal com o Serviço de Saúde.

FONTES DE REFERÊNCIAS

Instituto Oncoguia

Hospital A.C.Camargo

Pesquisa: Liga de Oncologia UFRGS (acad.Daniele Camila Maltauro)

Para excluir outras doenças e auxiliar no diagnóstico, alguns exames de imagem podem ser realizados. A confirmação do diagnóstico é feita por biópsia, que pode ser feita por agulha grossa guiada por tomografia ou por cirurgia (biópsia incisional).

A informação existente neste site pretende apoiar e não substituir a consulta médica. Procure sempre uma avaliação pessoal com o Serviço de Saúde.

FONTES DE REFERÊNCIAS

Instituto Oncoguia

Hospital A.C.Camargo

Pesquisa: Liga de Oncologia UFRGS (acad.Daniele Camila Maltauro)

Os tipos de tratamento utilizados para os Tumores de Ewing incluem quimioterapia, cirurgia, radioterapia e transplante de células-tronco. Na maioria dos casos, devido à possibilidade do câncer já ter se espalhado para outras partes do corpos através de micrometástases, o tratamento costuma iniciar com quimioterapia neoadjuvante, seguida de cirurgia.

A cirurgia visa a retirada de todo o tumor, com margens amplas. A parte do osso removida pode ser substituída por enxerto ósseo ou por prótese. Após a cirurgia, o paciente recebe novos ciclos de quimioterapia.

Em casos onde o tumor está em localização difícil para ser retirado via cirúrgica, opta-se pela radioterapia.  

A informação existente neste site pretende apoiar e não substituir a consulta médica. Procure sempre uma avaliação pessoal com o Serviço de Saúde.

FONTES DE REFERÊNCIAS

Instituto Oncoguia

Hospital A.C.Camargo

Pesquisa: Liga de Oncologia UFRGS (acad.Daniele Camila Maltauro)

Sofia Aumond Kuhn

Sofia Aumond Kuhn Tumor de Ewing, Porto Alegre (RS) O ano de 1994 foi sem dúvida o mais marcante de minha vida até aqui. Aquele havia sido um ano especialmente
Ler mais