Câncer de Paratireoide

Clique nos títulos abaixo para saber mais:

As paratireoides são quatro glândulas que ficam no pescoço, atrás da tireoide, cuja função é controlar os níveis de cálcio no sangue através da produção do hormônio paratireoideano ou paratormônio (PTH). Quando há produção excessiva de PTH, os níveis de cálcio no sague sobem, numa condição chamada Hipercalcemia. Em 85% dos casos, esse quadro chamado Hiperparatireoidismo é causado por tumores benignos, por displasia (crescimento anormal, mas benigno da glândula) ou Adenoma (que é o crescimento benigno de tecido glandular), mas em 1% dos casos ele é resultado de um câncer raro, o Carcinoma de Paratireoide. Se não for tratado, ele causa osteoporose, fraturas e problemas renais. Ele atinge igualmente homens e mulheres, geralmente acima dos 30 anos e, geralmente, é descoberto durante cirurgia para tratar alguma das condições benignas. É um câncer indolente, de desenvolvimento lento, e baixo potencial para produzir metástases para gânglios linfáticos ou órgãos distantes, mas pode invadir a tireoide, músculos próximos, traqueia e esôfago.

A informação existente neste site pretende apoiar e não substituir a consulta médica. Procure sempre uma avaliação pessoal com o Serviço de Saúde.

FONTE DE REFERÊNCIA

Hospital A.C.Camargo

Os principais sintomas associados ao Câncer de Paratireoide e a doenças benignas dessas glândulas são consequência da Hipercalcemia:

  • Dor nos ossos e no corpo;
  • Osteoporose;
  • Fraturas espontâneas;
  • Massa palpável no pescoço;
  • Desidratação;
  • Náusea e vômito;
  • Cólica renal;
  • Pedras nos rins;
  • Insuficiência renal;
  • Arritmia cardíaca;
  • Fraqueza muscular;
  • Cansaço;
  • Perda de peso;
  • Confusão mental.

A informação existente neste site pretende apoiar e não substituir a consulta médica. Procure sempre uma avaliação pessoal com o Serviço de Saúde.

FONTE DE REFERÊNCIA

Hospital A.C.Camargo

O diagnóstico se inicia pela investigação da Hipercalcemia, por meio de exames de sangue e exames de imagem, que podem ajudar na localização de metástases.

No entanto, o diagnóstico de câncer só pode ser confirmado ou descartado apósa realização de uma biópsia. Na verdade, a maioria dos tumores malignos das paratireoides é descoberta desta forma, após cirurgia para tratamento da hipercalcemia e análise microscópica da amostra de tecido, que mostra se houve invasão ou não do tecido saudável por células cancerosas.

A informação existente neste site pretende apoiar e não substituir a consulta médica. Procure sempre uma avaliação pessoal com o Serviço de Saúde.

FONTE DE REFERÊNCIA

Hospital A.C.Camargo

O tratamento do Carcinoma de Paratireoide é cirúrgico, quando são retirados tanto a glândula quanto os tecidos vizinhos afetados pela doença. Por isso, é importante que esse procedimento seja realizado por médico especializado em cabeça e pescoço, já que a suspeita pré-operatória de câncer e a capacidade de reconhecer o câncer durante a cirurgia são fundamentais para o sucesso do tratamento. Pode haver complementação do tratamento com radioterapia ou quimioterapia em alguns casos.É importante que todas as opções de tratamento sejam discutidas com a equipe médica, bem como seus possíveis efeitos colaterais, para ajudar a tomar a decisão que melhor se adapte às necessidades de cada paciente.

A informação existente neste site pretende apoiar e não substituir a consulta médica. Procure sempre uma avaliação pessoal com o Serviço de Saúde.

FONTE DE REFERÊNCIA

Hospital A.C.Camargo

Ainda não registramos nenhum depoimento sobre esse tipo de Câncer.

Ainda não registramos nenhum depoimento sobre esse tipo de Câncer. Quer contar sua história e inspirar outras pessoas?
Clique aqui e mande seu depoimento